Um mapa – um mago

CORNELIUS AGRIPPA

Nádia Oliveira

agrippa

Nasceu em Colônia na Alemanha em 1486. Como um típico espírito medieval  fez inúmeras viagens, morando na Espanha, França, Alemanha, Suiça e Itália. Entre suas atividades vai de militar à professor universitário. Por volta de 1509-1510 passou a se dedicar aos seus escritos de magia. Mesmo sendo cristão assumido foi acusado de heresias judaizantes, por manter fortes vínculos com a cultura e ensinamentos judaicos, Agrippa se dedicou a muitos estudos sobre teologia.

Viveu em um período explosivo da Reforma religiosa, não aderiu totalmente a reforma, mas a apoiou em diversos aspectos – Agrippa era antes de mais nada um pensador.

Foi incrível sua defesa de uma mulher acusada de bruxaria, na qual argumentou que o sacramento do batismo seria mais forte que pactos de bruxaria – conseguiu libertar a mulher, mas teve que se retirar devido aos conflitos que estas posições geraram com inquisidores dominicanos.

Em Genebra, se torna um médico, inclusive passa a trabalhar como médico de Luisa de Saboia, rainha mãe da França. Lá além do exercício como médico faz para a rainha prognósticos astrológicos. Mas suas posições contrárias ao rei o obrigam a novamente mudar e se torna consultor de Margaret da Áustria, depois de alguns anos, também ali seus escritos são perseguidos e é acusado de praticar magia.

Também é importante citar a maneira que abordava o feminino – criticava o preconceito sofrido pela mulher na interpretação do pecado original – e compartilhando uma visão clássica via a mulher como mediadora entre o humano e o divino.

3occultAo publicar sua mais famosa obra – Filosofia Oculta, é novamente acusado de heresia. Ataca os religiosos que através da inquisição perseguem os reformadores e humanistas – infelizmente a maior parte dos escritos de Agrippa, inclusive denunciando os caçadores de bruxas desapareceu e só encontramos hoje citações. Não são poucas as prisões e perseguições religiosas em sua biografia. Morre por volta de 1536 e por ironia é enterrado em uma igreja dominicana (seus maiores perseguidores).

Filosofia Oculta é sua obra mais conhecida e foi publicada na íntegra (3 livros) em 1533. O primeiro livro trata da magia natural associada ao mundo sublunar ou elemental, o segundo traz números, símbolos, música e astrologia associada ao mundo celestial e o terceiro trata da cabala cristã, angeologia. Esta obra tem um valor incalculável para as tradições mágicas e esotéricas que surgiram posteriormente, até os nossos dias.

Agrippa viveu uma Europa tomada por debates religiosos acalorados. Sempre se colocou como católico, mas não temeu se posicionar contra os dirigentes religiosos, principalmente os inquisidores. Muitos tratam Agrippa apenas como um mago e esquecem do profundo conhecimento e espírito livre que possuia. Tinha um caráter instável, curioso foi um humanista típico de sua época – o renascimento.

MAPA ASTROLÓGICO

Dados de Heinrich Cornelius Agrippa von Nettesheim – Colônia, Alemanha – 15 de setembro de 1488 (calendário juliano) e 24 de setembro de 1486 (calendário gregoriano).

Capturar

spacer

Leave a reply