25 de agosto de 2015

MEDITAÇÃO DA LUA CHEIA DE VIRGEM

vigo1No próximo dia 29 de agosto de 2015, as 15h35 teremos o ápice da Lua Cheia, quando o Sol atravessa o signo de Virgem.

[embedplusvideo height=”450″ width=”600″ editlink=”http://bit.ly/1EiFp1m” standard=”http://www.youtube.com/v/BDKAQuJrz-M?fs=1″ vars=”ytid=BDKAQuJrz-M&width=600&height=450&start=&stop=&rs=w&hd=0&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep3864″ /]
A GRANDE INVOCAÇÃO
virgo2“Do ponto de Luz na Mente de Deus
Flua luz às mentes dos homens;
Que a Luz desça à Terra.
Do ponto de Amor no Coração de Deus,
Flua amor aos corações dos homens;
Que o Cristo volte à Terra.
Do centro onde a vontade de Deus é conhecida,
Guie o propósito as pequenas vontades dos homens;
O propósito que os Mestres conhecem e servem.
Do centro a que chamamos raça dos homens,
Cumpra-se o Plano de Amor e Luz
E mure-se a porta onde mora o mal.
Que a Luz, o Amor e o Poder restabeleçam o Plano na Terra.”
 .
A Invocação ou Oração acima não pertence a nenhuma pessoa ou grupo mas a toda a Humanidade. A beleza e a força desta Invocação repousam em sua simplicidade e em sua expressão de certas verdades centrais que todos os homens, inata e normalmente , aceitam a verdade da existência de uma Inteligência básica a Quem nós vagamente damos o nome de Deus; a verdade que por trás de toda aparência exterior, o poder motivador do universo é o Amor; a verdade que uma grande Individualidade veio à terra, chamada pelos cristãos, o Cristo, e encarnou aquele amor de modo que o pudéssemos compreender; a verdade que tanto o amor como a inteligência são efeitos do que é chamada a Vontade de Deus; e, finalmente, a verdade auto evidente que somente através da própria humanidade pode o Plano Divino realizar-se.” Alice A. Bailey
 

MEDITAÇÃO PARA O SIGNO DE VIRGEM

EU SOU A MÃE O FILHO, DEUS E MATÉRIA EU SOU.virgo3“Todos podem receber as energias cósmicas que fluem na direção do nosso planeta durante esse ciclo e usá -las para seu próprio benefício espiritual e desenvolvimento pessoal. Isto significa que você será  capaz de sintonizar-se conscientemente com os signos específicos do Zodíaco, mesmo que você não tenha nascido sob o mesmo.”

Concentro minha atenção em minha cabeça, no local que eu exercito ao pensar, no cérebro. Permito que o foco de minha consciência deslize bem lentamente pela minha cabeça, entre meus maxilares, através do pescoço, até alcançar a parte superior do tronco.

Aqui eu descanso por um momento. Então lentamente desço para a região do estômago, mais adiante para o centro do corpo, para o Hara. Aqui eu me estabeleço com todo o meu ser.

Deixo ressoar em mim, inaudivelmente, o som do OM, o qual como onda, tuda carrega para periferia de minha consciência: pensamentos, desejos, preocupações. Surge então em meu interior um ponto de profunda paz, um vácuo, um espaço vazio, que me circunda qual numa redoma de vidro. Encontro-me num espaço tranquilo de tempo, que permanece imóvel ao meu redor, no qual descanso.

Eu tenho tempo, tempo infinito; nada me apressa. A paz e o silêncio aumentam, tornam-se mais profundos, tangivelmente presentes dentro de mim; a paz se espalha calma e profundamente. O tempo pára, rendo-me completamente a esta quietude silenciosa que me liga à eternidade. Escuto a mim mesmo, alerta, com todos os meus sentidos, prestando atenção àquilo que se manifesta dentro de mim e quer crescer.

Repentinamente, faz-se ouvir no centro desta quietude silenciosa um som suave e distante e, ao mesmo tempo, um ponto branco de luz aparece, qual uma estrela brilhante no firmamento negro. Aproxima-se de mim, tornando-se cada vez maior. Também o som torna-se mais perceptível, e num crescendo constante, a luz e o som penetram todo o meu corpo. Todas as células vibram e a luz se funde, além dos meus limites físicos, com a luz do espaço ao meu redor.

EU SOU A MÃE O FILHO, DEUS E MATÉRIA EU SOU.” Fonte: Signos, Zodíaco E Meditação – Louise Huber, Ed. Totalidade
spacer

Leave a reply