ALICE BAILEY

alice_bailey
Alice Bailey nasceu na Inglaterra em 1880. Mudou para os Estados Unidos da América em 1907 e lá viveu até a sua morte em 1949.
Se destacou no trabalho junto ao Mestre Djwal Khul e sob sua inspiração escreveu uma vasta obra que tem como principal objetivo o aprimoramento do ser humano em todos os níveis, alcançando o próprio planeta enquanto uma construção coletiva.
mapa-A-Bailey-300x278
Aqui temos uma geminiana com Sol-Vênus na Casa 11, que marca seu compromisso grande com a sociedade e com seu tempo. Esteve fortemente ligada a grupos, desenvolvimento e troca de idéias.
 
Fez parte da Sociedade Teosófica e posteriormente desempenhou um papel ainda mais destacado na fundação de grupos de estudos e trabalho espiritual (Marte, planeta regente do MC no está posicionado no Ascendente no signo de Leão e Júpiter se encontra posicionado no Meio do Céu). Em 1922, Bailey iniciou a Lucis Trust Publishing Company; em 1923, a Escola Arcana e em 1932 o Movimento Internacional da Boa Vontade.
 
A Lua em Libra trouxe a inspiração para escrever e encontra-se na terceira casa, apontando para uma ênfase nos grupos e fraternidades de estudos. Alice Bailey escreveu 24 livros.
 
Mercúrio na décima segunda casa, aponta para seu interesse por assuntos esotéricos e espirituais, além de uma mente preparada para uma comunicação mais sutil e mediúnica. Em seu livro Autobiografia Inacabada ela revela que teve seu primeiro encontro com o Mestre Koot Hoomi em 1895, quando tinha apenas 15 anos de idade e em novembro de 1919 se iniciou a parceria com  o Mestre Tibetano Djwal Khul (O Tibetano) que durou cerca de 30 anos, responsável pela perpetuação de seu trabalho.
 
A grande persistência em seu trabalho durou até a data de sua morte, por isso concluiu um vasto e rico trabalho – Saturno e Júpiter no meio do Céu – estes planetas apontam para a abrangência e a responsabilidade, que cercaram seu trabalho.
A comunicação, a liderança e o pioneirismo, pontos centrais em seu trabalho são fortemente realçados em seu mapa astrológico.
 
“Quero que os mestres da sabedoria sejam reais para o mundo, tais como o são para mim e
para muitos milhares de pessoas em todo o planeta”
Biografia Inacabada
spacer

Leave a reply