15 de setembro de 2014.

Olá,

Em tempos que temos tantos veículos de comunicação para omitir nossa opiniões, como as redes sociais, celulares, emails e blogs, vale lembrar uma bela frase de um virginiano do primeiro time – Nelson Rodrigues: “O sujeito que opina põe em risco a própria alma. Cada opinião compromete ao infinito”. 

A comunicação mesmo espontânea, deve estar pautada em valores e referências mais bem fundamentados. Independente de concordar ou não, vivemos tempos em que o que falamos, dizemos e como nos comportamos pode ser a qualquer momento contestado – são os prós e contras da tecnologia aplicada a comunicação.

Uma discussão no trânsito, ou gritos de torcida, tudo pode ser instantaneamente transmitido, por isso além da frase de Nelson Rodrigues (post anterior), vale o vídeo sobre ética com Mario Sergio Cortella, pisciano, continuamos no eixo Peixes-Virgem. Veja o vídeo ao final deste post,

beijos e boa semana,

Nádia Oliveira

CÉU DO MOMENTO

virgo2Marte nesta semana se afasta de Saturno, aliviando a tensão no céu, ao mesmo tempo que ingressa no signo de Sagitário. O planeta Marte transita neste signo até final de outubro.

Este posicionamento fortalece um clima de entusiasmo e ânimos bem inflamados  – como vivemos dias turbulentos com a proximidade das eleições, podemos esperar que os acontecimentos serão marcados por posições quentes e passionais.

Sagitário é um signo do fogo,  conhecido pela energia que põe em suas crenças e ideais. Somando isto com o impulso marciano a tendência é exagerar nos pontos de vista assumindo posturas mais radicias.

A semana começa com uma configuração no céu que favorece a sedução e magnetismo, bom para nos direcionar para nossos objetivos, ao mesmo tempo nos dá foco e determinação.

O sol transita na última semana do signo de Virgem, e podemos aproveitar para organizar nossos projetos, planejar  e organizar novas estratégias.

CONVITE – 1º CONGRESSO ONLINE DE ASTROLOGIA

Participe do primeiro congresso online e gratuito de Astrologia.

Assista as palestras gratuitas, para se inscrever clique neste link

astroconet

PAULO FREIRE

personagem virginiano

paulofreire

Paulo Freire foi um dos mais importantes educadores brasileiros. Nasceu no Recife em 21 de setembro de 1921. Como não disponho do horário de nascimento de Paulo Freire podemos apenas observar a posição dos planetas no céu, mas não por casas. Principalmente a posição da Lua deve ser observada com cuidado devido a imprecisão.

De sua infância extraímos do que conta de memória:  “Eu aprendi a ler na sombra da mangueira no quintal dessa casa, meus pais, sobretudo minha mãe; ela pegava os pequenos gravetos, e escrevia palavras, escrevia frases de minha vida cotidiana, daquilo que eu estava presenciando, que eu estava vivendo”. Isso vai fundamentar sua obra da vida inteira, e em sua busca do aproveitamento do ambiente concreto no ato de educar.

 “Tive três exílios que me fizeram sofrer, o exílio de sair do útero de minha mãe, o exílio de ter ido para Jaboatão e o exílio político que me fez ficar dezesseis anos fora do País”. Paulo Freire se destacou nos estudos, logo se tornando um professor popular e estudioso.Sua inteligência chama a atenção.  Resolve cursar a faculdade de direito, mas sua carreira de advogado é curtíssima, em sua primeira causa ao ter que tomar os instrumentos de trabalho de um dentista devedor, se constrange e  diz: “Eu não vou ser mais advogado coisa nenhuma, eu vou embora para casa!” Fim da curta carreira de advogado. A partir daí se dedica a carreira de educador e passa a atuar em várias instâncias. Seu trabalho se fundamentou no profundo respeito ao conhecimento popular e ao senso comum. Se torna aos poucos o pedagogo dos oprimidos, mesmo antes de ter  escrito “A Pedagogia do Oprimido”. Suas ideias tem um especial gosto pelo viver, um amor ao povo e uma esperança numa sociedade mais justa. Paulo Freire nasceu com uma conjunção Sol-Saturno-Júpiter. “Tanta coisa se vem conquistando, tanta coisa acontece em um mundo, quer dizer, o mundo está melhorando.” Paulo Freire não deixa dúvida que educar é um ato político: “A força da Educação não transforma, não muda a nível social, nem a nível econômico e nem a nível político. Ela não tem essa força, mas em seu conjunto, ela pode dar, só através dela é que pode haver as mudanças radicais.”

ÉTICA

Os conceitos de carma e livre arbítrio – sempre se cruzam em algum ponto com o de ética. Neste trecho de vídeo Mario Sergio Cortella aborda questões éticas cotidianas muito interessantes e ainda cita Kant, com um aconselhamento: “ Tudo que não puder contar como fez – não faça” Aqui vai a dica do vídeo:
[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=k-FSzAyzsbE[/youtube]  
spacer

Leave a reply