24 de junho de 2013.

As coisas assim a gente não perde nem abarca. Cabem é no brilho da noite. Aragem do sagrado. Absolutas estrelas” João Guimarães Rosa

Olá,

A semana aqui em Sampa começou com um friozinho pra nos lembrar que o inverno já chegou. O sol em sua trajetória pelo signo de Câncer nos torna mais introvertidos, aliás como a própria estação nos remete: abrigo, proteção e interiorização.

Trago algumas belas frases do canceriano, Guimaraes Rosa. Não sou crítica líterária, mas sempre achei que Guimares Rosa carrega uma emoção  especial nas palavras.

“O senhor… mire, veja: o mais importante e bonito, do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas – mas que elas vão sempre mudando. Afinam ou desafinam, verdade maior. É o que a vida me ensinou. Isso que me alegra montão.“ João Guimarães Rosa

beijos e boa semana,

Nádia Oliveira

CÉU DO MOMENTO

O Sol ingressou o signo de Câncer e começa uma configuração que irá se firmar mais no céu nos próximos dias, com um grande trígono (aspecto harmonioso) e uma tensão forte (T-square).

Sol e Júpiter estão conjuntos, se une a ideia de reconhecimento e expansão. Podemos esperar novas oportunidades. Esta combinação conduz ao êxito e ascensão.

Tensões envolvendo Plutão irão exigir muita firmeza em nossos propósitos. Pois os obstáculos não devem ser pequenos.

Bons aspectos  estimulam aproximações, novos acordos e associações.

Certo ar de inquietude e nervosismo toma conta de nossas ações. Mas esta ansiedade pode nos ajudar a resolver de maneira mais enfática e criativa nossos problemas.

SOL INGRESSA EM CÂNCER

texto extraído de “O Senhor da Luz – explorando o Sol astrológico” de Haydn Paul

“No mapa natal, o Sol astrológico simboliza o arquétipo central do eu, tanto em seu reflexo superficial que é o ego, quanto em sua natureza mais profunda que é o ser individual. É importante reconhecer este aparente dualismo da simbologia do sol, porque é através dos dilemas e da dolorosa dicotomia entre a consciência egóica – que atua como um substituto – tornando-se e cetro separado – e o inclusivo Self arquetípico, que o caminho da autodescoberta é moldado pela experiência.”

SOL EM CÂNCER – ÁGUA, CARDINAL, REGENTE: LUA

A personalidade de Câncer é predominantemente envolvida com as emoções, sentimentos e sensibilidade à vida, o que, com frequência, estimula humores instáveis e emoções variáveis. Isso pode criar situações nas quais, muitas vezes, sente-se magoado pelos outros – intencionalmente ou não – tornando-se extremamente vulnerável e defensivo. Você se preocupa muito com o bem-estar da família e será muito emotivo e sentimental nesta área, possuindo uma ligação particular com a mãe. Com frequência relembra sua infância, sentindo que ela guarda lembranças importantes. Pode temer o futuro e geralmente evita olhar em sua direção.

Às vezes, pode ser tagarela, a despeito das tendências a uma natureza mais reservada, e isto pode ser uma ‘defesa’ para não se enfrentar, e assim juntar-se aos outros, em vez de recolher-se ao seu próprio mundo particular. Você é um ouvinte atencioso, a não ser que isso coincida com um período em que existam problemas com sua própria sensibilidade, e esteja muito preocupado com suas necessidades para ser útil aos outros.

Você tem imaginação ativa, algumas vezes ativa demais, e isso pode levá-lo a remoer pensamentos e preocupações, tendendo a sentir primeiro e pensar depois. Isso significa que pode reagir emocionalmente muito rápido, às vezes excessivamente, embora uma reação mais ponderada fosse mais adequada para evitar o agravamento de quaisquer problemas. Você resiste a enfrentar problemas, preferindo fugir das pressões sempre que possível, e, embora possa dar a impressão de autoconfiança e habilidade para lidar com as pressões, só consegue fazê-lo por um período limitado e, então precisa isolar-se para ficar inteiro novamente.

PARA REFLEXÃO

 

JOÃO GUIMARAES ROSA (CANCERIANO)

Todo caminho da gente é resvaloso. Mas também, cair não prejudica demais A gente levanta, a gente sobe, a gente volta!… O correr da vida embrulha tudo, a vida é assim: Esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, Sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem. Ser capaz de ficar alegre e mais alegre no meio da alegria, E ainda mais alegre no meio da tristeza.

João Guimarães Rosa

 
spacer

Leave a reply