17 de junho de 2013

Olá,

No final desta semana o sol ingressa no signo de Câncer e as emoções costumam emergir com força total. Também nos próximos dias Júpiter também ingressará neste signo, trataremos desse assunto nas próximas semanas.

Temos neste post uma poesia bem humorada de Thiago Melo – “Horóscopo para os que estão Vivos”.

Neste momento vamos prosseguir com a disposição juvenil geminiana. Não só a disposição, como a inspiração, e para isso recomendo a leitura do sempre inspirado, Fernando Pessoa – geminiano, poeta e astrólogo!

beijos e boa semana,

Nádia Oliveira

CÉU DO MOMENTO

A semana começa tensa com aspectos formados pela Lua, Plutão, Urano, Vênus e Mercúrio. É uma espécie de diálogo de loucos, cada um fala o que quer e ninguém se entende. Pode ser o momento certo de tomar decisões importantes, mas aqui vai uma advertência, é importante que esteja seguro pois será complicado desfazer depois.

Boa fase de organizar suas idéias e seus projetos, não perca a boa inspiração! 

Procure manter suas idéias em foco e não desperdice energia se desdobrando em muitas atividades. É hora de focar e para isso terá que fazer escolhas.

Nos relacionamentos você pode se sentir muito cobrado e pressionado, a dica é: amorosidade.

Júpiter e Sol estão conjuntos no signo de Gêmeos, o que pode representar grandes oportunidades! No signo de Gêmeos, podemos ficar um pouco confusos onde é melhor investirmos. Mas lembre-se que não adianta investir em algo que não tenha uma possibilidade a médio e longo prazo, por isso, cuidado com aquilo que é muito bom agora, mas não representa durabilidade e consistência.

No próximo dia 21 de junho às 2:30 (horário de Brasília) , sexta-feira o sol ingressa em uma nova etapa zodiacal: signo de Câncer. E começa bem com excelentes aspectos: e que venha a nova fase!

GÊMEOS

E para nos despedirmos do signo de Gêmeos, mais  inquieto, inteligente e versátil dos signos, uma poesia de Thiago de Mello

Fica ao menos uma vez por trimestre em tua casa, só com ela e com tua gente, por muito que Mercúrio te convide ao movimento. Te fará muito bem ficar olhando o abrir-se silencioso de uma rosa, ou a brincadeira dos pombos no meio da praça pública.

Aproveita mais de um entardecer para olhar – se possível bem de perto – o semblante castigado dos que voltam, depois de haver vendido sua força de trabalho: no fundo dos olhos deles arde, feroz, a esperança.

Que não te preocupe tanto tua insegurança: este ano a dominarás para sempre, graças à opção a que a vida te obrigará. E descobrirás nos desvãos do teu peito poderosos mananciais, enquanto janelas se abrirão diante dos teus olhos nos muros mais espessos.

Mercúrio protegerá os amores iniciados em Junho ou Setembro. Mas a culpa será tua se o teu amor acaba. A mulher nascida em Gêmeos deve, mais do que nunca, fazer valer a sua proclamada independência, entregando-se, luminosa e serena, ao seu escolhido homem. Mas convém evitar as cores esdrúxulas durante os primeiros decanatos. E tu, que no fundo queres agarrar a estrela, não te inventes mais atalhos, já chega. Continua em teu caminho e atravessarás o arco-iris.

FERNANDO PESSOA

Fernando foi pessoa, foi Ricardo, foi Álvaro, foi Alberto, foi pessoas. Geminiano, não podia ser simplesmente um!

Cancioneiro, 150 Não sei se é sonho, se realidade, Se uma mistura de sonho e vida, Aquela terra de suavidade Que na ilha extrema do sul se olvida. É a que ansiamos. Ali, ali A vida é jovem e o amor sorri.

Talvez palmares inexistentes, Áleas longínquas sem poder ser, Sombra ou sossego deem aos crentes De que essa terra se pode ter. Felizes, nós? Ah, talvez, talvez, Naquela terra, daquela vez.

Mas já sonhada se desvirtua, Só de pensá-la cansou pensar, Sob os palmares, à luz da lua, Sente-se o frio de haver luar. Ah, nessa terra também, também O mal não cessa, não dura o bem.

Não é com ilhas do fim do mundo, Nem com palmares de sonho ou não, Que cura a alma seu mal profundo, Que o bem nos entra no coração. É em nós que é tudo. É ali, ali, Que a vida é jovem e o amor sorri. (30.08.1933) (Fernando Pessoa

spacer

Leave a reply