24 de setembro de 2012

Ah…estão voltando as flores. E viva a primavera! Podemos aprender com cada situação ao nosso redor, inclui-se aí este novo ciclo que se inicia: a Primavera! A palavra primavera significa época primeira, aurora, juventude é a “primeira verdade”.

Na primavera a natureza se revela em esplendor. As flores aparecem e cobrem a paisagem de um colorido especialmente belo. É a possibilidade de nossa vida explodir em cor e esplendor ou simplesmente em beleza. 

“Assim como a primavera é muito amada pelas árvores, pássaros e peixes… Você não conhece sua primavera espiritual íntima. Ela ainda não veio, você ainda não a convidou. A primavera exterior vem e vai, vem e vai, mas a primavera interior só vem e nunca vai. É uma primavera eterna. Suas flores são flores da eternidade. Uma vez iluminado você fica para sempre iluminado. Não há nenhum modo de voltar atrás. Quão mais esplendorosa e quão mais milagrosa será a primavera interior! Mesmo a exterior é tão grande; a interior não é apenas quantitativamente grande, ela é também qualitativamente grande. A busca da verdade é a busca da primavera interior”. Osho

Aproveite para curtir o céu desta semana que traz além das previsões, um poeta de primeira linha: Vinicius de Moraes! Trago um texto que fiz sobre mapa astral, muita gente pergunta o que é, meu objetivo foi ser simples e didática. Boa leitura, beijos Nádia Oliveira

Céu do Momento

Uma semana de tensões e enfrentamentos. Pode não ser fácil  resolver todos os problemas que tendem a surgir nos próximos dias. O momento é de muita pressão e pouca paciência! Mas lembre-se que rigidez e extremismos não serão úteis.

Mas no céu não se desenha apenas agruras, um ótimo aspecto toca dois planetas importantes: Vênus e Júpiter isso pode nos trazer prosperidade e muita sorte! Fique de olhos abertos: bons negócios, boas propostas e bons romances.

Para estudos, cursos e concursos também está bastante favorecido. Bom período para iniciar ou ativar toda forma de comunicação e contato, inclui-se aqui visitas formais e informais e entrevistas.

Cuidado com o pessimismo, levante a cabeça e sorria – estão voltando as flores! Nesta semana celebramos o equinócio, a entrada da primavera e a entrada do signo de Libra! Este signo nos dá uma importante lição: não estamos sozinhos, existe o outro, os outros, o mundo! É o aprendizado do compartilhar, do exercício do convívio, da tolerância e da compaixão!

MAPA ASTROLÓGICO

Mapa Astrológico de Fernando Pessoa, calculado e desenhado por ele.

O mapa astrológico é uma representação do céu, para um dado momento e local. Sua análise é a base de todo o estudo astrológico. Conheça suas características básicas. O desenho do mapa é composto de vários símbolos astrológicos, vamos agora conhecer sua estrutura.

Podemos dizer que os referenciais principais de um mapa são:

Signos– São 12 divisões  da eclíptica, de trinta graus cada, que representam campos para a ação planetária. Normalmente se utilizam descrições comportamentais, mitológicas e analogias para se entender as características de cada signo.

Planetas – Os planetas possuem características especiais e atuam de maneira específica sobre cada indivíduo, segundo seu padrão de nascimento e no decorrer da vida através dos ciclos naturais planetários.

Casas – As 12 casas astrológicas são divisões da esfera celeste que representam áreas ou setores da vida prática, como: saúde, relacionamento, trabalho etc.

Aspectos – são calculados a partir da distância entre dois planetas. Esta distância é classificada como tensa ou harmoniosa, conforme o aspecto formado, podemos avaliar a ação de um planeta sobre o outro.

É através da combinação desses pontos que o astrólogo consegue elaborar uma análise consistente da carta astrológica. A Astrologia se baseia na observação da influência cósmica no ser humano, em especial os planetas do Sistema Solar. O ser humano está sujeito a uma série de interferências externas, a partir do momento que nasce. Para a Astrologia a compreensão destes ciclos é fundamental para o entendimento do funcionamento  do indivíduo e do desenvolvimento em várias áreas de sua vida.

Nádia Oliveira

LIBRA

No último dia 22 tivemos o ingresso do Sol no signo de Libra. E durante este mês poderemos compartilhar o que significa uma boa companhia! Libra nos remete a necessidade que temos do não isolamento e da relações interpessoais. Educação, beleza, refinamento e diplomacia – palavras chaves deste signo!

Data: 23 de setembro a 23 de outubro Planeta Regente: Vênus Planeta Exaltado: Saturno Ritmo: Cardinal Elemento: Ar Signos Opostos: Áries Signos com afinidades: Aquário e Gêmeos Cores: Rosa, tons de verde e tons claros e suaves Metais: bronze, cobre e ouro Pedras: esmeralda, safira clara, água marinha, pérola, corais, citrino laranja, quartzo fumê e jade. Frase: Eu harmonizo!

Palavras chaves: casamentos, sociedades, etiqueta, sociabilidade, sentido estético, respeito mútuo, companheirismo, cooperativo, amistoso, sociável, artístico, padrões éticos, justiça, elegância, indecisão e vaidade.

MEDITAÇÃO PARA LIBRA

para o período em que o Sol transita no signo de Libra

“Eu escolho o caminho que segue entre duas grandes linhas de forças.”

“Tudo dentro de mim é um silencioso ouvir, um silêncio sagrado. Vejo um caminho branco de luz a minha frente, estreito e reto. No seu final vislumbro um portão branco e dourado; ele está fechado. Bem lentamente dou um passo na trilha da luz e tento manter o meu equilíbrio. Então lentamente avanço com o meu outro pé. Com meus olhos fixos no portão, eu me equilibro ao longo desta trilha qual “fio da navalha”. Utilizo as minhas mãos para manter o equilíbrio.

Uma força mágica emana do portão, que me atrai, que cresce, que me envolve e me equilibra. Nele fixo meu olhar e prossigo lentamente. Ao aproximar-me as duas folhas do portão abrem-se. Uma luz brilhante irrompe e ilumina o caminho no qual sigo agora adiante com mais confiança. Passo livremente pelo portão e prossigo em direção a luz.

Agora estou face à face à minha própria Alma, meu verdadeiro Ser.

Eu o Ser pessoal e a Alma somos, em essência, uma única realidade.

Na verdade não há separação ou dualidade, mas apenas uma unidade, um Filho de Deus em manifestação, cujo Ser é Luz.

Neste silêncio canto o OM. Então reconduzo a vida e a Luz da Alma, lentamente, para o meu corpo. Imagino esta luz penetrando meu corpo, toda a minha personalidade, iluminando meus pensamentos, tranquilizando minha natureza emocional positivamente e fortalecendo e estimulando o corpo físico.”

LOUISE HUBER – SIGNOS, ZODÍACO E MEDITAÇÃO – ED. TOTALIDADE

PERSONAGEM LIBRIANO

VINICIUS DE MORAES

São demais os perigos desta vida Pra quem tem paixão principalmente Quando uma lua chega de repente E se deixa no céu, como esquecida E se ao luar que atua desvairado Vem se unir uma música qualquer Aí então é preciso ter cuidado Porque deve andar perto uma mulher…”

Vinicius de Moraes é um libriano de Sol e Ascendente. Foi também duplamente identificado com sua natureza libriana: poeta e diplomata de expressão intensa com seu planeta Mercúrio em Escorpião. Vinicius encarna a imagem do eterno amante: sempre amando, sempre apaixonado e sempre escrevendo sobre esse amor. Parece que “vestiu” todas as roupas librianas: foi diplomata, foi artista e foi apaixonado!

Vinicius escreveu tantos poemas e tantas poesias se tornaram famosas: ” e tudo ao meu amor serei atento…”, fora as músicas, que tiveram grandes e diferentes parceiros: Chico Buarque, Tom Jobim, Toquinho etc, mas selecionei uma que acho particularmente doce:

Ternura

Vinicius de Moraes

Eu te peço perdão por te amar de repente

Embora o meu amor seja uma velha canção nos teus ouvidos

Das horas que passei à sombra dos teus gestos

Bebendo em tua boca o perfume dos sorrisos

Das noites que vivi acalentado

Pela graça indizível dos teus passos eternamente fugindo

Trago a doçura dos que aceitam melancolicamente.

E posso te dizer que o grande afeto que te deixo

Não traz o exaspero das lágrimas nem a fascinação das promessas

Nem as misteriosas palavras dos véus da alma…

É um sossego, uma unção, um transbordamento de carícias

E só te pede que te repouses quieta, muito quieta

E deixes que as mãos cálidas da noite encontrem sem fatalidade o olhar extático da aurora.

Texto extraído da antologia “Vinicius de Moraes – Poesia completa e   prosa”

spacer

Leave a reply